Do que é feito o Natal?!

Do que é feito o Natal? Papai Noel existe?

Esta é a pergunta que me pegava nos tempos de menino mas de uma coisa eu sabia, era tempo de comer bem, tinha panetone e mais um monte e tipo de comidas que eu não via o resto do ano.

Com o passar dos anos comecei a perceber que não era na casa de todo mundo que era tanta festa, foi num natal que passei no Mato Grosso em uma família bem simples onde a ceia se resumia a comidas que eu via corriqueiramente lombo de porco, frango, arroz com pequi e nada mais. Naqueles dias que descobri que o Papai Noel não ia tão longe assim, que ele não passava realmente em todas as casas, nos dias que se sucederam na minha estadia lá a comida era polenta, frango e salsicha (e só no almoço). Aquele realmente foi um Natal incomum.

Incomum como este, que passei em Oriente, tive o prazer de ver o prefeito doando bicicletas, o Marcos fazendo arrecadação com o jogo dele, os Vicentinos entregando cestas básicas, os amigos da Família Primavera atendendo as cartas do Papai Noel, o Quejinho fazendo uma festa exclusiva para as crianças, festa na praça como há tempos eu não via, outras pessoas distribuindo doces na rua, amigos que doaram cestas de natal e tantas outras pessoas da minha cidade que eu nem pude conhecer (ainda) fazendo coisas que eu nem fiquei sabendo. Tantos “papais noéis” (anônimos ou não) que até me faltam palavras para descrever, mas me levaram a uma conclusão:

“Papai Noel existe SIM e ao mesmo tempo é uma invenção,

Uma invenção de todos que colocam em prática o espírito natalino e que trazem à realidade aquilo que até então era sonho e daqueles que encontraram na divisão a melhor maneira de multiplicar felicidade.

Papai Noel é REAL e é feito por pessoas REAIS que encontraram em suas realidades uma maneira de melhorar a realidade de outra pessoa.”

Parabéns e Obrigado à TODOS os “papais noéis” orientenses. O site de Oriente quer a cada dia estar ao lado de pessoas que amam a nossa cidade e a querem cada vez melhor.

FELIZ NATAL

www.orientesp.com.br

“Aqui você se Orienta”

Por: Sérgio Caetano S. Jr.