Construtora já conclui 20% das novas casas de Oriente

Cronograma de construção do novo bairro residencial de Oriente esta em fase avançada e a construtora Scamatti já concluiu 20% da obra de edificações das unidades habitacionais. A agilidade na execução da obra foi a modalidade adotada para o empreendimento, a chamada empreitada global. “Com a empreitada global, o município terceiriza a obra para uma construtora que tem por obrigação não apenas a construção das unidades, mas a aquisição do material que será utilizado”, informou o prefeito Toninho Moris. Se fosse mantida a modalidade de mutirão, com a população construindo as casas aos finais de semana ou fora do expediente convencional, o empreendimento iria levar mais tempo para sair do papel. “Poderíamos sofrer com a descontinuidade de materiais e também de mão-de-obra, já que estaríamos em sistema de mutirão”, salientou o prefeito municipal da cidade de Oriente. Em audiência com o secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres, o Estado garantiu que não haverá atrasos na liberação dos recursos para o pagamento da construtora Scamatti. “Estão para ser liberados R$ 800 mil por conta do que já foi realizado no canteiro de obras”, disse.

Terraplanagem já ocorreu e mais de 40 casas já foram erguidas, além da conclusão de todos os 78 radiês do novo empreendimento residencial da cidade de Oriente.
Toninho Moris salientou que cronograma de obras poderá ser antecipado e concluído em menos de 12 meses. No final de março, a Scamatti instalou iluminação noturna para proporcionar condições de executar obras e tarefas no período noturno. O novo conjunto habitacional será composto por 78 moradias. “Além das 78 casas, a Scamatti entregará obras do paisagismo, drenagem pública, pavimentação, guias, sarjetas e passeios”, informou o prefeito. Toninho ressaltou que a modalidade de empreitada global evita a descontinuidade da obra, bem como proporciona uma economia maior.

O valor do novo conjunto habitacional ultrapassa a casa dos R$ 3,4 milhões. Cada unidade habitacional será composta por 52 metros quadrados. As moradias, dentro do conceito de residência digna, terão três quartos e todas serão dotadas de aquecedores solares para o uso sustentável da energia. “Realizaremos o sonho da casa própria para 78 famílias”. O prefeito Toninho disse que a Scamatti prossegue com o sistema de trabalho intensivo.