Mães recebem cesta bebê

1º de Agosto, Dia Mundial da Amamentação

Prefeitura entrega cestas para futuras e novas mamães

A semana da amamentação é marcada por campanhas em todo país sobre a importância do aleitamento materno para crianças, especialmente as recém-nascidas. Segundo Renata Soares,  enfermeira responsável pelo PSF I, é comum que a mãe eixe de amamentar pelo fato de ‘sentirem dor’, segundo ela, “é comum a mãe ter um pouco de dificuldade nas primeiras amamentações mas em menos de uma semana a mulher já se acostuma e o aleitamento ocorre normalmente como deve ser”. A enfermeira aproveitou a reportagem ao Jornal Tribuna para dar algumas orientações:
Inicie a amamentação o mais breve possível, assim que a criança estiver bem acordada, pois neste momento o instinto de sugar será muito forte. Mesmo que você ainda não esteja produzindo leite, suas mamas contêm o colostro, um líquido fino que possui anticorpos contra doenças.
Posicionamento adequado: A boca do bebê deve estar bem aberta, e o mamilo (bico do peito) introduzido nela o mais profundamente possível. Isto diminui o desconforto para você.
Amamente sempre que o bebê solicitar: Recém-nascidos necessitam mamar frequentemente, pelo menos a cada 2 horas, e não de acordo com qualquer esquema restritivo. Isto também estimulará suas mamas a produzirem mais leite. Posteriormente, o bebê vai adotar uma rotina mais previsível.
Os bebês que mamam no peito têm fome com mais frequência do que aqueles alimentados com leites artificiais, porque o leite materno é digerido mais facilmente do que as fórmulas (leites artificiais).
Sem suplementos: Bebês amamentados não precisam de chás ou suplementos. Isso pode diminuir a vontade de mamar e causar uma diminuição na produção de leite. Quanto mais o bebê mamar, mais leite será produzido.
Retarde a utilização de bicas artificiais: aconselhável aguardar, pelo menos, uma ou duas semanas para oferecer chupetas. Isso evita que a criança fique confusa. Bicos artificiais necessitam de um tipo de sucção diferente dos seus mamilos.
Não amamente outras crianças: O leite materno possui características únicas de mãe para filho, a criança não poderá se alimentar de outra mãe. Além de que cada idade do bebê o leite possui nutrientes específicos para aquele momento sem falar de que existe uma porção de doenças que podem ser transmitidas com este ato. Não amamente outras crianças e não deixe sua criança ser amamentada por outra mãe.
Foram distribuídas mais de quarenta cestas contendo fraudas, lençol, roupinhas, sapatos, lenço umedecido, sabonete e outros itens, as cestas foram preparadas pelo Fundo Social de Solidariedade e pela Secretaria de Promoção Social, o prefeito Dado esteve na entrega e falou às mães presentes sobre a importância de se cuidar dos filhos e participar ativamente de cada momento vivido, “estas crianças são o futuro de nossa cidade e, consequentemente, o futuro de nosso país” – disse.

www.orientesp.com.br
“Aqui você se Orienta”

por: Sérgio C. S. Jr.