Nono dígito chega aos celulares do interior de São Paulo; entenda

Os telefones celulares habilitados no interior do estado de São Paulo ganharam o nono dígito neste domingo (29). A partir de agora, é necessário usar o “9” antes dos números tradicionais para fazer ligações ou enviar mensagens de textos. A medida é semelhante à aplicada na capital São Paulo e vale para os DDDs 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19. Para tirar as suas dúvidas, o TechTudo preparou um guia completo com todas as mudanças.


Entenda o porquê do nono dígito nos celulares do interior de São Paulo
O Brasil possui atualmente mais de 260 milhões de linhas de celulares ativas e, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, a oferta de novos números se esgotaria nos próximos meses. Por essa razão, a Anatel adicionou o nono dígito aos celulares de DDD 11 em julho do ano passado e agora fez o mesmo para as linhas do interior de São Paulo com código entre 12 e 19.
Com a mudança, cada DDD poderá comportar o dobro da capacidade atual, passando de 44 milhões de linhas para até 90 milhões. Além das vendas aquecidas de smartphones e tablets com 3G, a Anatel acredita que a ativação de novos terminais eletrônicos, com modems e televisores inteligentes (Smart TVs), devem aumentar a demanda.
 Para você que mora no estado de São Paulo
A partir de hoje (25), todos os telefones celulares do interior do estado de São Paulo ganharam o dígito 9 (nove) à frente do número original, como 9-9XXX-XXXX ou 9-5XXX-XXXX. Ou seja, quando você ligar para alguém, seja a partir de outro celular, telefone fixo, VoIP ou rádio, a ligação será completada apenas ao digitar o nono dígito.
A Anatel destaca que não será possível permanecer com o número antigo, com oito dígitos. Todos os telefones serão trocados automaticamente, sem nenhum custo ou procedimento para confirmar a mudança. Sendo assim, desconfie de ligações ou mensagens que peçam um novo cadastro ou qualquer informação pessoal. Além disso, qualquer operação relativa à sua conta (créditos, pontos de fidelidade, portabilidade, processos,…) serão mantidos no novo número.
A medida da Anatel, porém, não afeta Rádios (Nextel) e nem telefones fixos, que continuam com seus números originais de oito dígitos.
 Prazos
Assim como na mudança do DDD 11, haverá um período de adaptação onde tanto o número de oito dígitos como o de nove dígitos receberão ligações e mensagens normalmente. A partir de 4 de setembro, porém, o usuário que telefonar para um celular sem adicionar o dígito 9 à frente do número original receberá uma mensagem com a notificação da mudança. Nesse caso, a ligação poderá ser completada ou não.
Após esse período, não será possível fazer chamadas com oito dígitos. Segundo a Anatel, esses prazos poderão ser alterados caso a resposta dos consumidores ao nono dígito não seja a esperada. Ainda de acordo com a agência, cada operadora pode iniciar o período de duplo convívio no momento que julgar necessário. Observe o cronograma:
Prazo Consequência
25 de agosto a 3 de setembro Ligações com oito dígitos serão completadas normalmente
4 de setembro a 2 de dezembro Ligações com oito dígitos ouvirão mensagem com a notificação da mudança e poderão ser completadas ou não
3 de dezembro em diante Não serão mais aceitas ligações com oito dígitos
Essa é a segunda fase da implementação do nono dígito, que será feita em todo o Brasil. As próximas regiões a receber a mudança serão os estados do Rio de Janeiro (DDDs 21, 22 e 24) e Espírito Santo (27 e 28), prevista para o dia 27 de outubro. De acordo com a Anatel, todo o processo estará completo em 2016.
www.orientesp.com.br