Além de não contaminar os rios, orientenses podem trocar óleo usado por óleo novo

Em Oriente, duas garrafas PET de óleo usado vale uma lata de óleo nova

Iniciativa visa evitar contaminação do lençol freático ocasionado pelo descarte de óleo em esgoto comum

É de conhecimento de todos que o descarte de óleo de cozinha em esgoto comum contamina o lençol freático e aumenta o custo do tratamento de esgoto. Ainda assim, culturalmente as residências continuam a realizar tal prática maléfica ao Meio Ambiente.

Pensando nisso, a Prefeitura Municipal de Oriente através da Secretaria do Meio Ambiente iniciou a coleta de óleo usado trocando por óleo novo. A dinâmica é simples e funcional: as residências passam guardar o óleo usado em garrafas PET de dois litros, este óleo usado pode ser encaminhado aos pontos de troca. Cada duas garrafas de dois litros contendo óleo usado é trocado por um óleo novo.

Para o prefeito Dado esta é uma importante conquista para o município “estamos tomando medidas sérias enquanto à questão ambiental, é urgente as questões deste sentido. Não temos apenas que preservar o meio ambiente, estamos falando em recuperação de recursos naturais. É extremamente necessário a recuperação de nascentes e efluentes e esta medida impedirá a contaminação dos lençóis freáticos, há muito para ser feito, mas estamos no caminho certo” afirma o prefeito.

Esta é mais uma medida da atual administração visando recuperação e preservação do Meio Ambiente, assim como a constituição de um Conselho Municipal do Meio Ambiente, destinação de lixo hospitalar, novas leis ambientais protecionistas como a proibição e punição em queimadas em perímetro urbano entre outras.

Os pontos de troca autorizados são a Cozinha Piloto e a EMEIF “Elza Cavadas Reis”.

Deixe uma resposta