Falta de cobertura 3G em Oriente é pauta de reunião com representante da operadora Vivo

Quem já visitou Oriente, sabe como é a telefonia. Inúmeros usuários acabam por reclamar da falta de cobertura 3G do município tendo que configurar seus aparelhos para 2G (geração anterior de tecnologia). O problema se intensifica quando o usurário possui parelhos mais modernos onde esta troca deve ser feita manualmente, caso contrário nada de celular. Diante deste problema o vereador Rodolpho Moris com o consentimento do prefeito Dado emitiu um requerimento à Vivo (operadora predominante na cidade) solicitando informações quanto à esta situação. Sempre que alguém de fora vem para nossa cidade temos que orientar à mudança do aparelho para 2G, as pessoas geralmente debocham dizendo que a cidade não tem cobertura afirma o vereador Rodolfo Moris.
Atendendo o requerimento, a Vivo encaminhou a consultora institucional da regional de Bauru, Ana Maria Vocci Caricati, para apurar o ocorrido. De acordo com informações do próprio vereador Rodolpho a consultora Ana Maria atendeu solicitamente nosso requerimento e veio com muita boa vontade à nossa cidade, nos atendeu muito bem e ouviu nossas reclamações revela Rodolpho.
O prefeito de Oriente, Dado Moris, não pode comparecer à reunião por estar em Assis, ocasião onde foi tratar de novo convênio e benefícios para a cidade. Mesmo assim fez questão de deixar um representante tratando por telefone os detalhes da conversa temos total interesse em encontrarmos juntamente com a operadora de telefonia uma solução para este problema. As pessoas me procuram para saber o que acontece e agora com a visita de uma consultora temos oficialmente uma posição revelou o prefeito com exclusividade ao Jornal O Dia.
Na reunião, a consultora Ana Maria Vocci constatou a atual situação até mesmo verificando aparelhos de diversas marcas e modelos de usuários da operadora Vivo (da qual representa), em todos os casos verificados, o mesmo problema se apresentou. Teoricamente, a Vivo comercializa a cobertura 3G para o município desde 2011, mas na prática o serviço não funciona em sua totalidade. Há relatos de funcionamento em alguns pontos específicos da cidade, porém na maioria de sua extensão (inclusive no centro) o serviço não funciona afirmou um dos presentes na reunião. A situação se agrava ainda mais na aquisição de parelhos iPhone do modelo 5S onde o retorno para rede 2G não é possível por se tratar de um aparelho 4G comprei um iPhone 5S e fiquei incomunicável na minha cidade, tive que vende-lo e adquirir um aparelho de modelo inferior afirmou um dos usuários. Há relatos de outras pessoas que também encontraram o mesmo problema ao adquirirem aparelhos desta marca e modelo.
O prefeito Dado se colocou à disposição caso haja necessidade de uma nova reunião esperamos, com certeza, que em breve este serviço cada vez mais essencial às pessoas possam ser prestados em nossa cidade conclui o prefeito.
O vereador Osvaldo Alonge também esteve presente na reunião para apresentar alguns casos de telefones fixos de plaquinha que encontram com ruídos. Apesar de não possuir aparelho celular, o mesmo se mostrou solicito à causa do vereador Rodolpho Moris e do prefeito.

Deixe uma resposta