Pompeia não terá Festa do Chocolate

A festa do chocolate sempre teve dois objetivos. A diversão e entretenimento da população e o principal, que era angariar fundos para a compra dos edredons da campanha do agasalho, promovida pelo Fundo Social de Solidariedade.

Em 2013, a festa teve um lucro muito pequeno e a administração com receio de ter prejuízo esse ano, tomou a decisão de não realizar o evento. Outro fator determinante foi a queda do repasse do FMP (Fundo de Participação dos Municípios) do Governo Federal aos municípios de todo o Brasil. Pompeia também sentiu essa diminuição. Porém, outro motivo vem fazendo com que a prefeitura freie alguns gastos, como a festa do chocolate. Pompeia vem sofrendo e muito com precatórios e parcelamentos de débitos fiscais, como os aproximadamente R$50 mil que deve pagar todos os meses pelo poço profundo que não existe.

Dívidas deixadas por administrações anteriores que agora estão pesando no orçamento da prefeitura. Além do poço, muitos outros débitos estão surgindo, como indenizações a funcionários que ingressaram na justiça em gestões passadas. No popular, as bombas estão estourando agora.

Por fim, o prefeito Oscar Yasuda citou uma recente publicação de um veículo de comunicação que distorceu informações e destacou que a prefeitura não realizaria a festa por conta da empresa Jacto.

Oscar se disse surpreso com o artigo, que para ele, tem o objetivo de causar tumulto, espalhar boatos e intrigas. Estremecer parcerias e jogar um contra o outro. Fazendo mera politicagem.

O prefeito destacou que o relacionamento da prefeitura com a Jacto é a melhor possível e que inclusive são parceiros desde o início na luta por uma cidade melhor, principalmente quando se fala em educação e capacitação.

FOTO: DIVULGAÇÃO

Prefeito Oscar Yassuda comentou também sobre a queda de arrecadação e dívidas herdadas

Deixe uma resposta