Taekwondo: Em meio a mais de 500 atletas, orientense leva segundo lugar

Mais de 500 atletas, inclusive de renome internacional e experiência olímpica, participaram da 2ª Etapa do Circuito Bad Boy Open de Taekwondo  que foi disputada neste domingo, dia 15, no Ginásio Municipal de Esportes, com o apoio da Secretaria de Esportes e Lazer de Valinhos.

A entrada para o evento, de reconhecido nível internacional, era um quilo de alimento não-perecível (exceto sal), que será doado a entidades assistenciais da cidade. A organização teve a confirmação de atletas de Chile, Peru e Noruega. A previsão era de superar o número de inscritos da edição anterior, disputada em maio na cidade de Americana.

Ao lado do técnico Joaquim Teixeira, atletas valinhenses como André Estevão, campeão da 1ª Etapa Bad Boy, que também conquistou a Copa América 2013 e é o atual campeão dos Jogos Regionais, são as grandes esperanças de medalhas. Expectativa também para as atuações de Alex Juliano e Cristiano Rogério, que estreiam na faixa preta.

Etapa anterior – Na 1ª etapa, por exemplo, os atletas chilenos foram destaques, entre eles Cristhian Barceló, que disputou Mundial, Sul-Americano e Pan-Americano de Taekwondo. Os competidores do Chile têm como técnico Fellipe Soto que é da seleção olímpica. Outro destaque internacional é John Jairo Maduro, de Aruba, que está se preparando no Brasil para buscar a classificação aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016.

A Secretaria de Esporte e Lazer de Valinhos mobilizou toda a estrutura necessária para a realização do evento, que já tem sido elogiado pelos praticantes de Taekwondo. “Nossa proposta é diversificar a prática esportiva nas mais variadas modalidades. Eventos como esse proporcionam a valorização dos atletas valinhenses na competição e aproxima nossos competidores de mais uma modalidade olímpica em que o Brasil vem se destacando nos últimos anos”, comentou o secretário de Esportes e Lazer de Valinhos, Paulo Sabioni ‘Periquito’.

O evento é chancelado pela Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo (FESPT) e conta como ranking para os atletas participantes, somando pontos para os eventos futuros. Nas categorias faixas pretas o evento é classificatório para o Desafio Bad Boy Open de Taekwondo, que será realizado em novembro na cidade de São Caetano do Sul. Os vencedores dessa etapa enfrentarão os campeões da etapa de Americana e o vencedor do Desafio levará um prêmio de R$ 1.000,00 e o título de campeão do circuito.

O atleta orientense, Flavio Amorosine, faixa preta no esporte competiu e alcançou o segundo lugar em sua categoria (68 kg). Flávio é professor em Oriente em um projeto em parceria com a Igreja Holiness, Prefeitura Municipal e Projeto Dia a Dia Saudável. Segundo o atleta, esta foi uma grande experiência para sua carreira esportiva “saímos daqui com muita experiência na bagagem, só temos a agradecer primeiramente a Jesus, e todos que torceram por nós, e ao apoio de nossos patrocinadores”, afirmou Flávio em sua rede social.

Ainda segundo o atleta, os próximos desafios serão os campeonatos regionais e, no final do ano, o Campeonato Paulista.

Deixe uma resposta